fbpx 260711774397346
Diplomacia

Ernesto Araújo divulga no Twitter concorrência do CACD 2019

By 21 de agosto de 2019 No Comments

Publicação sobre o concurso (Ernesto Araújo/Twitter).

Concorrência recorde do CACD 2019

O ministro Ernesto Araújo publicou, no dia 20 de agosto de 2019, às 17:00, mensagem no seu perfil do Twitter, citando a concorrência do Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) de 2019. Conforme o texto da publicação, o CACD 2019 tem concorrência de 320 candidatos por vaga em disputa.

Subentende-se que o ministro fez referência à concorrência geral. Desse modo, são 6.400 candidatos no total, para 20 vagas. No entanto, o concurso separa 15 vagas para ampla concorrência, 4 para candidatos negros e 1 para pessoas com deficiência.

A informação divulgada pelo ministro não foi confirmada, até o momento, pelo Instituto Rio Branco (IRBr), órgão vinculado ao Ministério das Relações Exteriores (MRE) e responsável pela seleção; ou pelo Iades, empresa contratada pelo IRBr para auxilia-lo na gestão do concurso.

Concorrência para negros e deficientes

O Iades, no entanto, divulgou, também no dia 20, as seguintes listas:

  • Relação provisória dos candidatos declarados negros: 887 nomes, link para a lista;
  • Relação provisória dos candidatos negros que solicitaram concorrer à bolsa do PAA em 2020: 666 nomes, link para a lista;
  • Relação provisória dos candidatos considerados deficientes: 87 nomes, link para a lista; e
  • Relação provisória dos candidatos que terão atendimento especial, 38 nomes, link para a lista.

Os recursos contra as listas podem ser interpostos entre os dias 21 e 22. As listas finais serão divulgadas no dia 26.

Para entender e saber mais sobre o PAA, veja nosso post sobre o PAA 2019.

Histórico da concorrência no CACD desde 1996

O primeiro CACD foi realizado em 1996. Se confirmada a informação do ministro, o CACD 2019 terá apresentado crescimento de 57% na demanda por vaga.

 

O CACD está cada vez mais difícil?

O eventual crescimento da demanda por vaga pode induzir candidatos a acreditarem que a aprovação ficou mais difícil. No entanto, esse raciocínio não é verdadeiro.

Conforme falamos anteriormente, no post O CACD nunca esteve mais fácil (nem mais difícil), o número de concorrentes não deve assustar ninguém. A dificuldade das provas tende a regularidade e o estudante deve concentrar-se no seu esforço de aprendizado e na melhora do seu desempenho nas provas.

A Máquina de Aprovação é a melhor ferramenta disponível para que estudantes acertem nos seus estudos e nas provas.

Conheça os planos

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of