fbpx 260711774397346
Diplomacia

O novo currículo dos diplomatas

By 10 de abril de 2019 No Comments

Ministro Ernesto Araújo durante entrevista, no Palácio Itamaraty (MRE/Facebook).

Curso de Formação de Diplomatas

Nos termos da Lei  do Serviço Exterior, os selecionados pelo CACD são obrigatoriamente matriculados no  Curso de Formação de Diplomatas (CFD), realizado pelo Instituto Rio Branco (IRBr), que tem duração de três ou quatro semestres.

A aprovação no CFD é condição para confirmação na carreira e posterior aquisição da estabilidade, ao término do período de estágio probatório. Tratamos desse assunto no post O que acontece com os novos diplomatas?.

A nova grade do CFD

Por ocasião da nova turma, a grade curricular do CFD foi reformada pela diretoria do IRBr. As alterações foram publicadas na Portaria de 1º de fevereiro de 2019.

A nova composição contempla 24 disciplinas e 42 professores. No entanto, nem todas as disciplinas são obrigatórias. Algumas são de caráter eletivo e outras apenas para alunos estrangeiros, que participam do CFD por meio de convênios dos seus países com o IRBr.

A grade ficou da seguinte maneira, em tabela criada por nós:

A antiga grade

Ao comparar-se a grade atual com a informada no Programa de Trabalho de 2018, dedicado aos diplomatas selecionados no CACD de 2017, percebe-se que a maior parte da composição foi mantida.

Exemplo do antigo Programa de Trabalho do CFD. Clique na imagem para ver o restante.

Repercussão na mídia

No entanto, ainda que aparentemente discreta, a reforma provocou certa repercussão na mídia. O próprio MRE, em mensagem de boas vindas aos novos diplomatas, divulgada no seu perfil do Facebook, destacou a novidade:

“[…] Este ano, o currículo do curso passou por reformulação com o objetivo de reforçar conteúdos de cultura clássica e para aprofundar a formação profissional.”

Também destacando a nova ênfase em cultura clássica, o jornalista Ricardo Della Coletta fez a seguinte chamada, na Folha de S. Paulo:

“Ernesto Araújo exclui curso sobre América Latina de formação de diplomatas: Chanceler reestrutura currículo do Instituto Rio Branco e dá ênfase à leitura de autores clássicos.”

O jornalista André Duchiade, por sua vez, destacou mudanças na ementa de uma disciplina que foi mantida, mas sob novo professor. Ele elaborou a seguinte manchete, no Jornal O Globo:

“Novo curso do Itamaraty quer ‘distanciar’ novos diplomatas de suas ‘amarras ideológicas’: ementa da disciplina de Política Internacional provoca estranheza e críticas de especialistas […]”.

As ementas das disciplinas do CFD

Possivelmente, Duchiade teve acesso à ementa da disciplina por meio do Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão (e-SIC), consequência da Lei de Acesso a Informação.

No arquivo do e-Sic, constam diversos pedidos de solicitação de ementas do CFD. Abaixo estão alguns, de 2016 a 2019.

Solicitação de 19/12/2016

Solicitação de 30/09/2017

Solicitação de 16/01/2018

Solicitação de 28/01/2019

A diplomacia na Máquina de Aprovação

Aproveite a tecnologia exclusiva da Máquina de Aprovação, desenvolvida pelo engenheiro Victor Maia, formado pelo ITA e mestre em estatística pela UnB. A partir da sua proficiência e do seu tempo disponível, você terá um plano de estudo personalizado. É o caminho para aprovação, sem desvios.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of