fbpx 260711774397346
Diplomacia

O que é o TPS e o Corte

By 17 de abril de 2019 No Comments

Inicialmente, o CACD contava com provas objetivas, dissertativas e orais. Mas nunca houve prova de títulos ou exame prático, como há em tantos outros concursos. Já existiram fases semelhantes a investigação social, testes de aptidão psicológica e física, porém deixaram de existir em 2004, mesmo ano em que foram aplicadas pela última vez provas orais.

Veja mais sobre essa evolução nos posts: Existe prova oral no CACD?, A fase de investigação social no CACD e Tem prova de títulos no CACD?.

Portanto, com o tempo, foi configurado o padrão atual de seleção, que conta apenas com provas objetivas, na primeira fase, e dissertativas, nas fases seguintes.

Até 2007, a primeira fase recebia o nome de Teste de Pré-Seleção (TPS), pois era dedicada exclusivamente à seleção de um número predeterminado de candidatos para as fases seguintes. A pontuação dessa fase, portanto, não era somada à Nota Final (NF) do candidato.

A partir de 2008, o nome TPS deixou de existir oficialmente e foi adotado o nome convencional de Primeira Fase (PF), abrindo a possibilidade para que essa fase pudesse ser considerada classificatória. No entanto, isso ocorreu apenas nos anos de 2013 e 2014.

Com efeito, o nome TPS nunca deixou de ser usado no microuniverso do CACD. Até hoje, é utilizado como referência para a primeira fase, que permanece exclusivamente de caráter eliminatório, desde 2015.

 

Ano Nome da 1ª fase Vagas para 2ª fase
Total Ampla Negros Deficientes
2002 TPS 150 150
2003 (II) TPS 320 300 20
2004 TPS 320 300 20
2005 TPS 320 300 20
2006 TPS 320 300 20
2007 TPS 320 300 20
2008 PF 320 300 20
2009 PF 320 300 20
2010 PF 320 300 20
2011 PF 350 300 30 20
2012 PF 235 200 20 15
2013 PF (NF) 120 100 10 10
2014 PF (NF) 120 100 10 10
2015 PF 300 225 60 15
2016 PF 300 225 60 15
2017 PF 300 225 60 15
2018 PF 260 195 52 13
*O edital da edição “2003 (I)” não está disponível no site do Cebraspe.

A nota do último convocado para a segunda fase, de acordo com as vagas predeterminadas, configura a nota de corte do TPS. Isso em cada uma das categorias. A partir de 2011, quando houve pela primeira vez cotas raciais, as notas de corte, em percentual de pontos, foram as seguintes:

 

Ano Nota de corte em %
Ampla Negros Deficientes
2011 63% 58% 42%
2012 68% 64% 45%
2013 76% 72% 57%
2014 64% 60% 45%
2015 64% 57% 43%
2016 62% 40% 40%
2017 60% 40% 41%
2018 57% 46% 44%

 

Esse post serve de abertura para a série de posts sobre o TPS em contexto e a incidência de temas em questões de cada disciplina.

Acompanhe!

 

Imagem – No “Dia do Diplomata”, o Ministério das Relações realizada a formatura da turma do Instituto Rio Branco. Ocasião em que primeiro colocado no CACD recebe prêmio das mãos do Presidente da República (Foto: Dia do Diplomata 2018/MRE/Flickr)

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of