fbpx 260711774397346
Diplomacia

Como é o formato e quais são as disciplinas do TPS?

By 19 de abril de 2019 No Comments

Ocasião da formatura do Instituto Rio Branco, em 2018 (MRE/Flickr).

As disciplinas do CACD

O CACD já teve diversas composições de disciplinas. No entanto, há uma convergência de assuntos desde a sua origem, em 1996.

O último edital teve a previsão de 10 disciplinas, mas apenas 8 no TPS e 9 nas fases seguintes. A partir do conteúdo programático, no entanto, a conta muda. A disciplina “Noções de Direito e Direito Internacional Público” pode ser dividida em duas, como o próprio título indica:

  • Direito Interno (DI); e
  • Direito Internacional Público (DIP).

Além dessas, constaram também:

  • Política Internacional (PI);
  • História Mundial (HM);
  • História do Brasil (HB);
  • Língua Portuguesa (LP);
  • Língua Inglesa (ING);
  • Economia (ECO);
  • Geografia (GEO);
  • Espanhol (ESP); e
  • Francês (FRA).

No entanto, as duas últimas (ESP e FRA) são aplicadas somente após o TPS; e HM, somente no TPS. Portanto, a conta de disciplinas no CACD é a seguinte:

Distribuição de pontos por disicplina no TPS

A distribuição de pontuação por disciplina, no TPS, também já foi alterada. O quadro abaixo expõe a evolução histórica das reformas distributivas, em percentual de pontuação, desde quando foi inciada a parceria IRBr-Cebraspe na organização do CACD.

A reforma de 2017

Desde 2011, a regularidade nos assuntos é perceptível, embora tenha havido uma importante mudança na distribuição de pontos a partir de 2017. Até aquele ano, Português e Inglês somavam quase 40%. Caíram para quase 25%. Na mudança, História do Brasil foi a mais valorizada, pois quase dobrou de pontuação: saltou de 8% para 15% dos pontos.

A aplicação do TPS

O modo de aplicação do exame também evoluiu com o tempo. Mas, desde 2014, o TPS tem o formato de 73 questões objetivas com 4 itens de julgamento “certo ou errado” em cada uma, totalizando 292 itens. Cada item pode oferecer 3 pontuações distintas:

  • “+0,25” caso seja respondido corretamente;
  • “-0,25”, incorretamente; e
  • “0,00”, se deixado em branco ou marcado duplamente.

Assim, a pontuação por questão pode variar de “-1,00 a +1,00” e a nota máxima no exame pode ser de até 73,00 pontos.

TPS em duas provas

Desde 2017, quando houve a última reforma na pontuação, o TPS é dividido em duas provas separadas, mas aplicadas no mesmo dia, com 3h de duração cada uma. A primeira é realizada pela manhã, com início às 09:30, a segunda pela tarde, às 15:00. Desconsiderados atrasos, o intervalo previsto é de 2h e 30min.

A inovação de 2017 foi bem vinda pois de 2014 a 2016 a divisão de tempo não era equitativa. A parte da manhã contava com 3h e 30min de duração e a parte da tarde com 2h e 30min. Muitos candidatos reclamavam de falta de tempo.

Os editais de 2017 e 2018 não expressaram antecipadamente a divisão de disciplinas em cada uma das provas. Mas após a aplicação dos exames, pode-se constatar que o mesmo formato foi mantido nas duas edições:

A série de posts sobre TPS e disciplinas

Esse é o segundo post da série de publicações sobre o TPS em contexto e a incidência de temas em questões de cada disciplina.

Confira as demais publicações da série:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of