fbpx 260711774397346
Diplomacia

Calendário histórico das fases do CACD

By 7 de março de 2019 No Comments

Uma questão incômoda para muitos estudantes do Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) é quanto tempo dedicar na preparação para cada uma das fases do concurso. Além de “quanto tempo”, também há a questão de “quando” se preparar para cada uma das fases.

Trata-se de um certame complexo, com provas objetivas e dissertativas divididas em até 4 fases. Há candidatos que, desde o início, preparam-se para todos os tipos de avaliações. E há outros que somente após a aprovação na prova objetiva (que costuma ser a prova da 1ª fase) começam o treinamento para as provas dissertativas das fases seguintes.

Uma informação muito útil para lidar com essa questão é o tempo que separa cada uma das fases. Com esse objetivo, elaboramos um quadro expressivo do histórico do CACD, desde que o Cespe começou a contribuir com a organização do concurso, em 2002.

Evidentemente, a duração dos intervalos, os tipos de provas e até mesmo a quantidade de fases pode mudar de uma edição para outra. Por isso, a avaliação do histórico não supera a necessidade de se observar o próximo edital.

CACD Edital Dias 1ª fase Dias 2ª fase (início) Dias 3ª fase (início) Dias 4ª fase (início)
2002 22/11/01 114 16/03/02 21 06/04/02 47 23/05/02 36 28/06/02
2003 (I) 21/11/02 121 22/03/03 14 05/04/03 60 04/06/03 19 23/06/03
2003 (II) 15/08/03 33 17/09/03 10 27/09/03 42 08/11/03 28 06/12/03
2004 26/01/04 61 27/03/04 0 27/03/04 49 15/05/04 35 19/06/04
2005 15/02/05 60 16/04/05 1 17/04/05 62 18/06/05
2006 29/12/05 44 11/02/06 1 12/02/06 76 29/04/06
2007 06/12/06 67 11/02/07 21 04/03/07 62 05/05/07
2008 28/12/07 72 09/03/08 21 30/03/08 55 24/05/08 15 08/06/08
2009 19/01/09 48 08/03/09 21 29/03/09 62 30/05/09 8 07/06/09
2010 06/11/09 79 24/01/10 28 21/02/10 62 24/04/10 7 01/05/10
2011 17/01/11 83 10/04/11 28 08/05/11 48 25/06/11 15 10/07/11
2012 19/01/12 66 25/03/12 28 22/04/12 55 16/06/12 15 01/07/12
2013 17/06/13 62 18/08/13 28 15/09/13 41 26/10/13 15 10/11/13
2014 14/02/14 51 06/04/14 27 03/05/14 1 04/05/14
2015 20/06/15 43 02/08/15 28 30/08/15 1 31/08/15
2016 03/06/16 58 31/07/16 46 15/09/16 3 18/09/16
2017 13/06/17 61 13/08/17 33 15/09/17 21 06/10/17
2018 26/06/18 61 26/08/18 27 22/09/18 6 28/09/18

 

Os dados foram colhidos dos editais de abertura disponíveis no site do Cespe. Muitas vezes, as datas são alteradas durante a realização do certame. No entanto, para efeito de preparação, a informação do que era previsto inicialmente é mais interessante.

Como pode ser observado, não há muito tempo entre as fases do concurso. Além disso, nas últimas 5 edições, os concursos foram realizados em apenas 3 fases (e o tempo que separa as duas últimas tem sido bastante curto). Logo, é importante ter um plano de estudos que contemple a preparação para provas objetivas e dissertativas, desde o início.

Ministro Aloysio Nunes, em 2017, assina documentos relativos à OMC (Arthur Max/AIG-MRE/Flickr).

Fazer uma preparação completa pode parecer complicado. No entanto, a recompensa pode vir na eficiência dos estudos e do aprendizado. O hábito de escrever e resumir, com as próprias palavras, é um poderoso meio de absorção de conhecimento.

“Via de regra, as formas mais eficientes de aprender são também as mais difíceis e as mais cansativas. Por isso que muitos candidatos preferem […] sentarem-se numa cadeira confortavelmente [para assistirem aulas ou apenas lerem], com a ilusão de que estão aprendendo por osmose um conteúdo, à enfrentar a dificuldade de resumir um assunto qualquer com suas próprias palavras. É um desafio enorme […] mas é muito importante que o que você aprende seja gravado com força. Isso acontece quando você desafia o conhecimento […].” (Victor Maia, fundador do EduQC, em entrevista para o canal da revista “Isto é” no Youtube)

Além disso, a plataforma da Diplomacia no Máquina de Aprovação pode contribuir muito para uma preparação completa (uma preparação que seja ao mesmo tempo sofisticada e pragmática – possível de se realizar).

Com auxílio da tecnologia, a sistematização é muito facilitada. A criação do plano de estudos personalizado é feita a partir do tempo livre disponível e dos diagnósticos de evolução após cada simulado.

Experimente essa experiência e caminhe, sem desvios, para a aprovação e ingresso no serviço exterior brasileiro.

Foto em destaque: Diplomatas no Palácio Itamaraty (Arthur Max/AIG-MRE/Flickr)

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of