fbpx 260711774397346
Diplomacia

O histórico da concorrência no CACD

By 8 de abril de 2019 No Comments

Aprovados no CACD de 2018 tomam posse em cerimônia realizada no IRBr (MRE/Flickr).

O primeiro CACD da história

O Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) foi criado em 1996. O CACD é realizado pelo Instituto Rio Branco (IRBr), órgão vinculado ao Ministério das Relações Exteriores (MRE) e responsável pela seleção e treinamento de novos diplomatas.

Muito antes de 1996, o IRBr já realizava seleções para carreira diplomática. A primeira seleção ocorreu em 1946, exatamente no ano seguinte ao da fundação do instituto, criado no bojo das celebrações do centenário do nascimento do Barão do Rio Branco, patrono da diplomacia brasileira.

No entanto, a seleção como conhecemos hoje, em formato de concurso público de provas, foi aplicada pela primeira vez somente 50 anos após a fundação do IRBr.

Veja mais detalhes no post: O primeiro CACD da história

Demanda por vagas cresceu com o surgimento do CACD

O novo método de seleção teve efeito imediato na ampliação da demanda por vagas para a carreira de diplomatas. Em 1995, ainda no método antigo, houve 545 inscritos para 35 vagas, razão de 16/1. No ano seguinte, 2.358 pessoas fizeram inscrições para 30 vagas oferecidas na primeira edição do CACD, razão de 79/1.

A demanda nas seleções para diplomata ganhou novo impulso quando, em 2002, o IRBr passou a contar com a colaboração da banca Cespe na organização dos concursos, característica que se mantém até hoje. Em 2003, houve o recorde de 5.791 inscritos para 30 vagas, razão de 193/1.

Os dados são do anuário do IRBr, que apresenta o histórico de inscritos e vagas nas seleções, de 1946 a 2015. Compilamos o histórico de vagas no post Quantas vagas terá o CACD de 2019?. Abaixo, apresentamos o recorte do histórico de candidatos por vaga.

Concorrência no CACD

Agrupamos as informações sobre o histórico de candidatos por vaga no CACD desde a sua criação, em 1996. Os dados foram colhidos do anuário do IRBr e das páginas do Cespe.

O CACD está cada vez mais difícil?

O eventual crescimento da demanda por vaga pode induzir candidatos a acreditarem que a aprovação ficou mais difícil. No entanto, esse raciocínio não é verdadeiro.

Conforme falamos anteriormente, no post O CACD nunca esteve mais fácil (nem mais difícil), o número de concorrentes não deve assustar ninguém. A dificuldade das provas tende a regularidade e o estudante deve concentrar-se no seu esforço de aprendizado e na melhora do seu desempenho nas provas.

A Máquina de Aprovação é a melhor ferramenta disponível para que estudantes acertem nos seus estudos e nas provas.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of